Comprar casas em construção: Vantagens, processo e dicas17 MARÇO


DicasConstrução NovaCrédito Habitação

Os bancos atribuem adiantamentos nos créditos habitação, que corresponde a um período em que só se liquidam juros, aos consumidores que desejam adquirir uma casa em construção. Saiba mais.


De modo geral, no mercado do crédito à habitação, os bancos atribuem adiantamentos, que correspondem a um período em que só se liquidam juros, aos consumidores que desejam adquirir uma casa em construção, tecnicamente designadas por casas em planta. Neste sentido, existem outras vantagens, mas também inconvenientes. Saiba mais, com base num artigo do ComparaJá. Comprar casas em construção: Vantagens A primeira vantagem de adquirir uma habitação ainda por concluir reside no preço a pagar. Como o poder negocial do comprador cresce significativamente por estar a comprar um bem que ainda não se encontra concluído, o custo de aquisição da habitação será inferior. Assim, comprar casas em construção pode ser mais acessível para a carteira do que comprar um imóvel que precisa de remodelações. "A maior possibilidade de personalização da casa é também um ponto a favor desta solução". Ao tratar de se compra uma propriedade que ainda está em planta, existem várias vezes a escolha de poder optar pela decoração da mesma, tal como caraterísticas ligadas à disposição das divisões, o tipo de pavimento e afins. Riscos Um risco que se pode logo detetar é no facto de o prazo apontado para o término da habitação poder não ser respeitado pelo construtor, crescendo assim o tempo de espera em virtude de atrasos nas obras. Além disso, tendo como hipótese o cenário de falência da empresa de construção, a casa fica por acabar ou, nalguns casos até, por construir, não passando de um projeto no papel. Nestas situações, quem tratará do processo será a administração de insolvências e nunca é certo que irá receber a totalidade do dinheiro que se investiu nesta aquisição. Contudo, o consumidor fica “protegido” pela lei se já estiver a morar na propriedade enquanto ainda decorrem os acabamentos, pois, nesse caso, é obrigatório que seja ressarcido. Processo de compra de casas em construção O processo de aquisição de casas em construção é composto por três fases apenas. A primeira enquadra-se na reserva, na qual o comprador necessita de pagar um sinal que certifica que a propriedade fica reservada. No que lhe concerne, na segunda fase assina-se o contrato, havendo lugar à liquidação de outro sinal correspondente a uma percentagem do valor total da habitação. No documento em questão deve estar uma indicação clara e precisa da definição da agenda das obras e dos prazos de pagamento. Por último, a fase final corresponde aos pagamentos, realizados de forma faseada consoante o avanço das obras. Ainda no domínio dos pagamentos, é provável que, pelo encargo financeiro, necessite de um crédito à habitação. A comparação torna-se aqui igualmente inevitável, pois encontrar a proposta mais apelativa não é fácil. Além disso, as soluções destinadas a este tipo de financiamento não abundam no mercado. Por exemplo, o BPI disponibiliza uma opção para comprar casa em planta com adiantamento incluído. Dicas úteis Primeiramente, deve-se comparar os preços do imóvel que está prestes a comprar com o valor que é normalmente praticado na região em causa. Se o propósito do investimento em casas em construção for arrendar, o melhor é ter a certeza de que a zona do imóvel é alvo de procura. Além disso, na localização em causa existe possibilidade de o imóvel se valorizar? Nada como avaliar também o valor dos impostos que terá de pagar, nomeadamente o IMI, que é anual. Efetivamente, escolher comprar casas em construção pode ser uma boa alternativa para quem pretende viver numa certa localização onde não existem imóveis à venda ou para quem deseja personalizar a sua habitação ao máximo. Quem pretende um preço mais baixo ou carência de capital no empréstimo também deve pensar nesta opção.