Escapadinhas experiências: Fim de semana Dia da Mãe



A consciencialização da sociedade e a importância da saúde mental cresceram drasticamente nos últimos anos, e não é diferente quando se trata de viagens. Neste sentido, apresentamos quatro experiências de bem-estar para colocar Portugal no seu radar.


A pandemia trouxe uma urgência de conhecer lugares e experiências novas. Em Portugal existem lugares que realmente merecem ser descobertos, conhecidos e vividos. A consciencialização da sociedade e a importância da saúde mental cresceram drasticamente nos últimos anos, e não é diferente quando se trata de viagens. No domínio global, a pesquisa demonstra que, 73% das pessoas vão priorizar mais o seu bem-estar mental quando viajarem do que antes da Covid-19. O país entrou na rota dos mais seguros do mundo, com baixíssimos índices de transmissão de vírus, apresentando uma retomada das atividades económicas. Portugal também incentivou o turismo interno, com um mote de “viajar pra fora, cá dentro”, que deixou muitos portugueses e residentes ainda com mais vontade de descobrir o que Portugal tem de bom para oferecer. Neste sentido, apresentamos quatro experiências de bem-estar para colocar Portugal no seu radar. The Winemaker Experience, Quinta dos Vales (Lagoa, Algarve) Que nunca desejou ter o seu próprio blend de vinho de acordo com as suas preferências pessoais. Fazer o seu próprio vinho é o mote deste projeto, atribuído a pessoas com uma paixão pelo vinho e querem não só colocar o seu nome numa garrafa, mas também tomar todas as decisões no processo de vinificação. Esta experiência bastante exclusiva pode ser encontrada no Algarve (região Sul de Portugal), mais precisamente na Quinta dos Vales e chama-se The Winemaker Experience. Trata-se de um projeto único que dá a enófilos a possibilidade de possuir uma vinha e produzir vinho ao seu gosto. A Quinta dos Vales respira arte e é a criação do empresário e artista alemão Karl Heinz Stock, que se apaixonou por Portugal e criou ali um lugar onde as suas duas maiores paixões (o vinho e a arte), andassem de mãos dadas em cores, formas e sabores ousados. Karl Heinz Stock é uma figura à frente do seu tempo, cuja própria experiência viu-o tornar-se enólogo, contando apenas com a orientação de profissionais experientes. Food Circle (Sublime Comporta) Chama-se Food Circle e é uma experiência gastronómica na qual todos os nossos sentidos são colocados à prova de fogo! No meio de um jardim orgânico encontra-se uma cozinha aberta, rústica, e com vista 360 graus para o Sublime Comporta, um dos hotéis de charme mais incríveis de Portugal. Mais do que um restaurante, trata-se de uma experiência gastronómica, onde o jardim vem literalmente para a mesa, e os ingredientes frescos e sazonais encontram-se com sabores regionais e receitas tradicionais do Alentejo, todos cozinhados com fogo. Todos os pratos são confecionados na frente dos comensais, utilizando processos artesanais como métodos culinários ancestrais. Cada prato é harmonizado com uma seleção cuidadosa de alguns dos melhores vinhos de Portugal. O Food Circle reafirma a posição do hotel em criar uma oferta diferenciada onde as palavras “orgânico” e “sustentável” podem ser sentidas. O menu muda quase semanalmente, de acordo com o que o jardim dá, e conforme a inspiração do Chef. Alma Nómada (Porto Covo) Se acredita que tudo vale a pena quando a alma não é pequena, então vai se surpreender com este restaurante singelo e despretensioso, fora da rota Lisboa-Porto, que tem a “alma nómada” não só no nome, mas também no espírito livre de fazer uma comida simples, descomplicada e saborosa. Ter Alma Nómada é honrar as tradições elevando os seus paladares de origem e cultivando o requinte em cada degustação. Aqui, a mesa é um dos locais onde se vive os momentos mais inesquecíveis. Um prato de paladar apurado, um vinho à altura e uma boa conversa são, certamente, ingredientes indispensáveis nas suas férias. Este espaço em Porto Covo, na Costa Vicentina – onde se pode encontrar praias lindíssimas da costa portuguesa, com água cristalina, areia fina e dourada. O resultado dessa mistura certeira é a reinvenção do património gastronómico daquela região, onde sobressai uma comida divinal, de conforto, mas com técnicas de alta gastronomia. Especial também é a adega do restaurante, com boas referências dos melhores e mais exclusivos vinhos de Portugal. Um pequeno luxo para quem busca uma “cozinha de inspiração errante” e em sintonia com a vontade da natureza. Restaurante Eleven (Lisboa) Estamos diante de um dos restaurantes mais belos de Lisboa – com uma das melhores vistas da cidade. Some-se a isto um menu autêntico, que celebra os 50 anos de carreira do icónico chef Michelin, Joachim Koerper. A figura paternal de Joachim expressa toda a sua experiência e tempo dedicado na sua aventura pelo mundo da gastronomia, que começou na Alemanha. Há, como é de se esperar de um restaurante do nível do Eleven, todo um mise en scène à mesa, com massa-mãe de brioche a fermentar na frente do cliente, pincelada com natas e baunilha; há caldos e reduções vertidos nos pratos fundos e abundantes, mas há também amor, dedicação e anos de história.