Home Staging: Dicas para vender ou arrendar imóveis




O Home Staging consiste numa técnica de marketing imobiliário utilizada para aumentar a rentabilidade através do arrendamento ou da venda do imóvel. Saiba mais.


Cada vez mais se aborda em valorização imobiliária. Afinal, quem pretende vender casa, sabe que deve prepará-la e torná-la mais atrativa, de forma a potenciar o seu valor e rentabilizá-la ao máximo. Neste sentido, surge o Home Staging, uma técnica de marketing imobiliário utilizada para aumentar a rentabilidade através do arrendamento ou da venda do imóvel. Home Staging: Conceito O Home Staging é um conceito inglês que nasceu na década de 70 nos Estados Unidos da América devem virtude da grande oferta imobiliária existente nesse período. Esta técnica chegou nos anos 90 a Inglaterra e gradualmente difundiu-se por toda a Europa. O propósito do Home Staging é transformar o imóvel, tornando-o mais atrativo para futuros inquilinos ou compradores através de uma decoração rápida, funcional e acessível. Além disso, esta técnica possibilita agilizar o processo de arrendamento ou venda e adiciona valor ao imóvel. Home Staging: Dicas para melhorar com pouco dinheiro #1 Defina a importância de cada divisão Primeiramente, deve compreender quais são as divisões com maior probabilidade de influenciar a decisão do cliente e projetar a sua atenção nelas. Normalmente, a sala de estar, o quarto principal e a cozinha são os espaços eleitos pelos potenciais compradores, no entanto, tudo vai depender do imóvel. Valide quais são as partes da sua casa que vão receber mais atenção e parta para a transformação. #2 Torne a casa impessoal Quando os potenciais compradores visitarem a sua casa, o intuito é que se imaginem a viver na mesma. Para tal, é necessário que a torne impessoal, ou seja, deve retirar todos os objetos pessoais que possam existir, tais como fotografias, ímanes no frigorífico, roupas etc. #3 Faça uma limpeza Outra das regras de Home Staging diz respeito ao espaço. Este é o principal componente a ter em conta quando alguém pretende comprar casa. Por isso, faça uma limpeza e livre-se de tudo o que é desnecessário, para que as divisões se tornem as mais espaçosas possíveis, dando uma maior sensação de espaço e liberdade. #4 Dê um toque de neutralidade Apesar de existirem diferenças entre Home Staging e Design de Interiores, podem ser usadas técnicas de design para preparar uma casa para venda. E as cores são uma das ferramentas mais utilizadas. Por isso, evite ao máximo as cores fortes e opte por tons neutros, na medida em que estes são impessoais, de forma a agradar um elevado número de potenciais compradores. #5 Contrate um profissional A decisão de ter ou não um especialista da área a fazer o trabalho por si depende muito do montante disponível que tem para investir. Porém, o conselho é para que deixe essa tarefa nas mãos de quem realmente percebe do assunto. Procure um Home Stager e verá que o custo de contratar um profissional qualificado vai representar um investimento que gerará um retorno positivo na negociação do seu imóvel.