Posto de carregamento de veículos elétricos em imóveis


Tópicos ApartamentosDestaque Notícia HomepageCasasCasas SustentáveisSustentabilidadeGestão CondominiosEficiencia Energetica

80% do carregamento de veículos decorre em residências, visto que os proprietários aproveitam para carregar os seus veículos em locais onde passam a maior parte do tempo. Saiba como instalar e quais as vantagens.


No entanto, apesar da instalação de estações de carregamento em residências seja simples, o processo pode ser um pouco mais complicado em condomínios, dado que necessita de licenças de construção, lidar com questões técnicas e obter o consenso dos inquilinos. Necessidade de um posto de carregamento de veículos elétricos Cada vez mais existe a procura por carros elétricos e ecológicos. Consequentemente, aumenta a procura por postos de carregamento ou compra de carregadores para instalar em moradias ou condomínios. Ao viver num condomínio e possui um veículo elétrico, ter um carregador no local possibilita carregar o veículo quando mais lhe convém, sem ter de andar à procura um ponto de carregamento que esteja disponível. Por outro lado, quer seja proprietário de uma fração de um edifício ou de uma moradia, terá ainda mais razões para instalar um carregador de veículos elétricos. Primeiramente, irá aumentar o valor do imóvel. De seguida, ajudará a atrair futuros residentes preocupados com a sustentabilidade, o que possibilitará aumentar o preço da casa. E em terceiro lugar, poderá beneficiar de incentivos de carregamento de veículos elétricos para financiar os custos do investimento. Além dos benefícios económicos, estará também a favorecer para a transição para o consumo de energia limpa. Dificuldades de instalação de um carregador de veículos elétricos em condomínios É essencial compreender, desde logo, quais são os desafios e dificuldades que normalmente ocorrem ao instalar um carregador de veículos elétricos em condomínio. Uma vez compreendidos os principais obstáculos, é mais fácil ultrapassar. Na perspetiva técnica, o maior obstáculo é a montagem. Muitas vezes há restrições de hardware, visto que os quadros elétricos estão limitados a uma potência máxima por apartamento e, por conseguinte, poderá ser necessário atualizar o mesmo ou utilizar o das zonas comuns do edifício, no átrio ou no parque de estacionamento. Além disso, mesmo que seja proprietário do edifício inteiro, é necessário conseguir uma licença para instalar um carregador. Em primeiro lugar, será necessária uma licença da câmara municipal para a ligação à rede elétrica. Posteriormente, como proprietário de um apartamento, é necessário adicionar os custos de instalação de um carregador de veículos elétricos ao orçamento comunitário. Naturalmente, deverá contar com outras prioridades orçamentais, como obras de melhoria da propriedade, reformas do edifício e custos de manutenção. Estas provavelmente terão prioridade no orçamento anual. Viabilizar o carregamento de veículos elétricos em condomínios Saiba por onde começar, segundo um artigo da Wallbox. 1. Entrar em contacto com os residentes e obter uma aprovação Poderá efetuar um inquérito para compreender quantos residentes possuem um veículo elétrico, planeiam comprar um ou estariam interessados em ter estações de carregamento de veículos elétricos no seu condomínio. Este inquérito ajudará a indicar o número de estações de carregamento necessárias e a sua disposição. Validar também se os residentes estariam dispostos a pagar uma renda mais elevada ou a negociar outro acordo em troca deste serviço adicional, com o propósito de conseguir um retorno o mais rapidamente possível. Discutir todos estes fatores com os residentes também será vantajoso para gerar uma infraestrutura ampliável, o que retrata que o plano que contratar deverá ter as estações de carregamento necessárias a curto prazo, no entanto, com a capacidade de se adaptar a um possível crescimento futuro. Contudo, o fundamental é garantir de que todos os residentes concordem, uma vez que a lei obriga que todos deem a sua autorização. Isto é, só poderá instalar um carregador se todos os residentes do condomínio estiverem de acordo. 2. Questões técnicas: O edifício possui potência elétrica suficiente para o carregamento dos veículos? Após conseguir uma autorização de todos os residentes, é preciso validar se o edifício tem potência elétrica suficiente para aguentar a pressão extra do carregamento dos veículos elétricos, pelo que poderá ser útil consultar um eletricista para estabelecer se é necessário atualizar o quadro ou o contador. Se a potência elétrica for um problema, pode ser prático usar um sistema de carregamento inteligente e bidirecional. Este carregamento conecta os pontos de carregamento com os utilizadores, enquanto operador, para otimizar o consumo de energia. Isto é, o carregamento inteligente distribui a energia disponível entre todos os carregadores de forma automática e uniforme para certificar que a potência máxima do condomínio não seja excedida. Neste sentido, o uso de carregamento inteligente poderá auxiliar a evitar dispendiosas atualizações das infraestruturas elétricas. O carregamento bidirecional possibilita enviar energia em ambos os sentidos: da rede elétrica para o veículo (G2V) e do veículo para a rede elétrica (V2G) ou para o edifício (V2B). As baterias dos veículos elétricos funcionam como fontes de energia que podem ser usadas para equilibrar a capacidade energética do condomínio. Um caso de exemplo: os residentes poderão carregar os seus veículos elétricos durante as horas de vazio (à noite) e usar os seus veículos como fontes de energia durante as horas de cheia. Além disso, se as suas instalações comunitárias estiverem equipadas com fontes de energia renováveis, tais como painéis solares, estes carregadores podem também ajudar a armazenar o excesso de energia durante o dia para ser utilizada durante a noite. Assim, o carregamento bidirecional pode ser usado para oferecer capacidade de energia extra ao seu condomínio durante horários específicos do dia. 3. Calcular os custos O preço de um carregador de alta qualidade, seguro e inteligente para veículos elétricos apresenta um custo entre 750 e 1500 euros, e a maioria dos fornecedores proporciona informação detalhada dos preços nos respetivos sites. Contudo, deve-se ter em conta que é necessário somar os custos de instalação ao preço do carregador. O processo de instalação é essencial para certificar que um instalador profissional e qualificado permite um ambiente de carregamento seguro. Existem apartamentos e condomínios que reúnem as condições para a devolução de impostos referentes a carregadores de veículos elétricos e que com frequência abrangem até 50% dos custos de compra e instalação. 4. Obter licença de carregamento e diminuir a burocracia De seguida, deve-se obter uma licença. Para tal, basta identificar a pessoa ou organismo da sua cidade ou país responsáveis pela concessão da licença. A maior parte dos organismos governamentais depende do departamento de obras públicas ou do de transportes/ambiente. Muitos governos locais têm também iniciativas de sustentabilidade, nas quais se abrange a responsabilidade pelo planeamento e o licenciamento de veículos. 5. Questões práticas ao escolher um carregador O carregador de veículos elétricos que se cioprar deverá ser compatível, seguro e ampliável. Antes de mais, será preciso validar se o carregador está adaptado às necessidades atuais e futuras dos residentes e dos seus veículos elétricos relativamente ao tipo de conector, à potência de saída, etc. É por isso que é tão essencial falar com os proprietários e possíveis utilizadores do carregador. Assim, deve-se garantir que o carregador conté, um certificado de segurança. Para o fazer, basta verificar o nível de proteção. É também recomendável validar se o carregador é compatível com um sistema de carregamento inteligente e bidirecional, principalmente se for provável que venha a haver problemas de potência elétrica, agora ou no futuro. Apoś a analise deste componentes básicos, pode concentrar-se noutras características, tais como o comprimento do cabo, instalação interior ou exterior, etc. 6. Instalação: Contratar um eletricista certificado Depois de escolher o carregador, deverá contactar a companhia elétrica para definir as necessidades elétricas do carregador e como ligá-lo com segurança à rede pública. Feito este passo, deverá então contratar os profissionais certos para instalar o seu carregador. O próprio fornecedor do carregador pode oferecer um serviço de instalação ou recomendar um instalador externo certificado. O fundamental é nunca instalar o carregador por sua conta. Os custos de instalação podem parecer elevados, no entanto, é um investimento que vale a pena, visto que não se pretender pôr em risco a segurança dos inquilinos ou arriscar a receber uma multa. A destacar que o carregador deve ser instalado conforme as especificações do fabricante e com as condições locais incluidas pela licença. É aconselhável discutir estes fatores com o seu fornecedor para garantir de tomar as melhores decisões. 7. Criar uma estrutura de pagamento Outra decisão essencial é como distribuir os custos de funcionamento e de eletricidade. O primeiro abrange os custos do seguro e da manutenção, que podem ser contabilizados simplesmente ajustando o aluguer dos atuais ou futuros residentes que desejem usar os pontos de carregamento. Outra possibilidade seria cobrar algo aos proprietários de veículos elétricos cada vez que utilizem o carregador. Além disso, também poderia ser interessante permitir o acesso público aos seus pontos de carregamento a um preço mais elevado do que o que cobra aos residentes. A forma mais fácil de distribuir os custos da eletricidade entre os proprietários de veículos elétricos do condomínio é através de estações de carregamento inteligentes. Esta tecnologia possibilita ligar os veículos elétricos e os carregadores aos utilizadores, operadores e à rede elétrica, para que os proprietários dos veículos possam controlar e gerir a utilização e os custos de energia através de uma aplicação móvel. Vantagens de instalar um carregador de veículos elétricos no seu condomínio A instalação de um carregador de veículos elétricos fornece um grande benefício competitiva ao seu edifício, atraindo potenciais inquilinos e retendo proprietários de veículos elétricos, fazendo com que todo o esforço e investimento valham a pena. Pode também subir o valor da sua propriedade a longo prazo e salvaguardá-lo para as gerações futuras. Contudo, as vantagens de instalar um carregador de veículos elétricos em condomínios irão sentir-se desde a fase de instalação, graças a uma série de subsídios e incentivos fiscais de que pode beneficiar. Os veículos elétricos desempenharão um papel fundamental na revolução digital e da mobilidade, pelo que a instalação de um carregador no seu condomínio tornará o seu edifício à prova de futuro.