Escolher a casa ideal: Fatores essenciais




Selecionar a primeira casa, quer seja para comprar ou arrendar, não é uma tarefa fácil. Esta é uma das decisões mais fundamentais da sua vida e, por isso, deve-se ter em conta e avaliar de forma cuidada vários componentes deste processo.


Siga as 5 dicas e conselhos que vão auxiliar na escolha da casa ideal. #1. Estabelecer prioridades Antes de procurar por uma habitação, deve estabelecer bem as suas prioridades e ponderar no seu estilo de vida. Se prefere zonas calmas, provavelmente o seu sonho é ter uma casa num local mais tranquilo e próximo da natureza. Se for mais citadino, o ideal poderá ser um apartamento no centro da cidade. Tem família e gosta de ter um espaço reservado para conviver, ou um espaço reservado para relaxar? Ao responder a estes critérios, saberá se a casa deve ter uma cozinha em open space, ou uma sala à parte. A sua personalidade combina mais com um estilo rústico ou prefere um estilo moderno, com mais comodidades? Assim, entre um fogão a gás vintage ou uma vitrocerâmica mais prática, qual seria a opção ideal? #2. Garantir a estabilidade do seu orçamento familiar Deve-se certificar de que a sua situação financeira consegue suportar o investimento, tanto da mensalidade de uma casa arrendada, ou da prestação do crédito adquirido na compra de uma casa. A casa certa para si não deve colocar em risco a estabilidade do seu orçamento familiar. Se ponderar comprar casa e escolher fazer um empréstimo, ficará mais seguro se calcular a sua taxa de esforço e assim saberá com o que pode contar. Por outro lado, se a sua intenção for arrendar uma casa, serão menores os riscos que corre, uma vez que poderá desfrutar de uma maior flexibilidade caso a sua situação financeira se altere, a dado momento. #3. Ponderar as distâncias A casa que pretende é próxima do seu local de trabalho e da escola das crianças? Quanto tempo irá demorar nestas viagens e com que frequência terá de as fazer? O dinheiro que vai poupar no arrendamento ou na aquisição da casa mais periférica irá acabar por ser despendido na mesma, em forma de tempo e combustível? É essencial considerar todos estes aspetos no seu processo de decisão. #4. Animais de estimação Se tem animais de estimação, principalmente em caso de arrendamento, deve-se confirmar se o apartamento possibilita a existência de animais. Pode também ponderar uma casa maior ou até com jardim, para que os seus companheiros de quatro patas tenham à sua disposição todo o espaço de que precisam. Se estas possibilidades não forem viáveis, verifique se há parques para passear os seus animais nas redondezas. #5. Durante quanto tempo poderá morar na casa escolhida? Por fim, se pretende ficar na casa em questão durante algum tempo, deverá pensar no futuro. A sua família vai crescer? Vai querer ter mais animais? Vai começar a trabalhar em casa e por isso precisa de um escritório? Assim, deve procurar uma casa que possa crescer com a família e que acompanhe a fase financeira em que se encontra.